Hesíodo

Definição

James Lloyd
por , traduzido por Jose Gonzalo Armijos Palacios
publicado em 21 Julho 2012

Texto original em inglês: Hesiod

Hesiod and the Muse (by MobyDick, Public Domain)

Hesíodo (c. 700 AEC) é, com Homero, o mais lendário poeta grego épico antigo. Suas obras não podem ser comparadas em extensão às de Homero. Os poemas de Hesíodo não são épicos em virtude de sua extensão, mas pela linguagem.

Hesíodo compôs duas obras que têm chegado até nós completas, a Teogonia e Os Trabalhos e os Dias, compostas na tradição oral. Alguns trabalhos lhe são atribuídos , seja correta ou incorretamente. Entre eles estão O Escudo de Heracles, Catálogo de Mulheres, Os Preceitos de Quíron, Melampodia e uma Astronomia, todos fragmentários. Infelizmente, o relato que o envolve em um concurso poético com Homero é certamente falsa.

Remover publicidades

Advertisement

A Teogonia

A Teogonia é composta de aproximadamente mil versos hexámetros e é uma explicação única das divindades gregas e sua linhagem. Hesíodo assegura, como muitos outros poetas épicos, ter sido inspirado pelas Musas e diz ao seu auditório que isso ocorreu "enquanto ele pastoreava ovelhas aos pés do sagrado Hélicon" (Teo. 22).

A Teogonia cobre estas três áreas principais:

  1. O início do mundo com Caos, seguido por Gaia, Tártaro e Eros (esta passagem é mencionada perto do início do Banquete de Platão)
  2. A criação de Urano por Gaia, com quem mais tarde procriou os Titãs, os Ciclopes, e outros Gigantes
  3. O relato da castração de Urano por Cronos
  4. A procriação de Cronos e Reia dos deuses olímpicos e de como Cronos ia comendo os deuses quando nasciam, sobrevivendo apenas Zeus, que depois forçou Cronos a vomitar o resto dos deuses olímpicos
  5. O relato de Prometeu (outro Titã) e de como ele foi punido por Zeus por ter dado o fogo aos homens
  6. A Titanomaquia, batalha entre os Titãs e os deuses olímpicos em que Zeus triunfou, enviando os Titãs e Tufão para o Tártaro
  7. A passagem dedicada a Zeus e suas muitas esposas, das quais foi Hera a última
  8. O Nascimento de Hércules
  9. Os descendentes de deusas e homens mortais, ao que duas linhas foram adicionadas, o que levaria ao Catálogo de Mulheres

Portrait of Hesiod
Portrait of Hesiod
by Carole Raddato (CC BY-NC-SA)

Remover publicidades

Advertisement

Os Trabalhos e os Dias

Os Trabalhos e os Dias é composto por 828 hexámetros. Os "Trabalhos", que se referem aos eventos de um ano de labuta agrícola, e os "Dias" (em torno da linha 765) que registram os dias do mês quando fazer certas coisas dá sorte ou não. Mais uma vez, o poema começa com um apelo às Musas, mas depois passa a se dirigir ao seu irmão, Perses, instando-o a deixar de lado sua disputa: "Perses, coloca isto em teu coração e que Éris, que se encanta com o malfeito, tua vontade não afaste do trabalho..." (T.D. 28).

Os Trabalhos e os Dias podem ser divididos nestas três áreas principais:

  1. A justificação do trabalho árduo e sua necessidade de agir de forma justa, explicada por mitos e que contêm alguma moral, como os de Prometeu, Pandora e a fábula do gavião e do rouxinol
  2. Instruções a Perses sobre como ser um bom agricultor (os 'Trabalhos')
  3. Conselhos sobre comércio marítimo
  4. Provérbios sobre expectativas religiosas e sociais
  5. Dias de sorte e azar (os 'Dias')

Muito não se sabe sobre a própria vida de Hesíodo. Ele diz que seu pai saiu de casa em Cime, região da Eólia, porque sua vida no comércio marinho dava prejuízo; "estabeleceu-se perto do Hélicon em uma aldeia miserável, Ascra, que era ruim no inverno, insuportável no verão, e boa nunca foi" (T.D. c. 640), e há várias passagens dentro de seus poemas que se referem a sua vida. O local de sua morte também é objeto de discussão; ou Lócride ou Orcômeno, na Beócia, onde há uma tumba que seria sua.

Remover publicidades

Advertisement

Remover publicidades

Publicidade

About the Translator

Jose Gonzalo Armijos Palacios
Desde muy joven se interesó por el origen de las cosas, especialmente de la sociedad. Estudia con profundidad la filosofía griega clásica con énfasis en la relación entre filosofía y mitología griegas.

About the Author

James Lloyd
James' main area of research is ancient Greek music, but he has general interests in mythology, religion, and art & archaeology. A self-confessed philhellene, James keeps at least one eye on the Roman pie.